Operação recolhe 100 kg de alimentos impróprios em Copacabana e 6 gerentes são detidos

sexta-feira, 31 de outubro de 2014


Redação Rio Alerta notícias

Uma operação conjunta entre o Procon-RJ, a Delegacia de Copacabana (12ª DP) e a Vigilância Sanitária Municipal descartou cerca de 100 kg de alimentos impróprios em quatro restaurantes em Copacabana, na zona sul do Rio, na manhã desta quinta-feira (30). Seis responsáveis pelos estabelecimentos foram detidos.


No restaurante Bella Blu da rua Siqueira Campos, toda a produção de comida japonesa do dia foi descartada, já que estava sendo produzida em ambiente com temperatura inadequada, ao lado do churrasqueiro. 
A loja também foi autuada por armazenar produtos vendidos e sem especificação de validade.
No Bar Balcony, na avenida Atlântica, três pessoas foram detidas por armazenagem de produtos com data de validade expirada. Dois quiosques na praia também foram autuados.
Veja a lista com o balanço da operação:
No restaurante Bella Blu da rua Siqueira Campos, toda a produção de comida japonesa do dia foi descartada, já que estava sendo produzida em ambiente com temperatura inadequada, ao lado do churrasqueiro. 

A loja também foi autuada por armazenar produtos vendidos e sem especificação de validade.
No Bar Balcony, na avenida Atlântica, três pessoas foram detidas por armazenagem de produtos com data de validade expirada. Dois quiosques na praia também foram autuados.
— Restaurante Bella Blu (Rua Siqueira Campos 107, Copacabana): Ausência do Código de Defesa do Consumidor. Ausência do Livro de Reclamações. Estavam vencidos: oito sachês de 1,5g de chá de Morango (no balcão no interior da cozinha) e 900g de lagarto na geladeira. Sem especificação, havia: 680g de lagarto na geladeira, 1 kg e 420g de pasta de atum e 140g de pão árabe, ambos na câmara fria.
— Quiosque Cerveja Itaipava 07: Produtos sem especificação: 682g de carne em bife; 500 g de bacon; 1 kg de frango; 1kg e 770g de peixe; 776 g de camarão; 620g filet mignon;  186g calabresa; 664 g de molho rose;  330 g de queijo catupiri; 370g de queijo muçarela; 440 g de linguiça calabresa e 948g de pasteis de camarão, fora da especificação do fornecedor, que determina o armazenamento em freezer. 

Também foram encontrados vencidos: 2 kg e 900g azeitonas em conserva; 3 kg e 130g alcaparras em conserva; 754g de catchup; 662g de amoras.
— Quiosque Itaipava 08 (Praia de Copacabana): Havia 3,7kg de presunto com mês de validade adulterado e 570g de linguiça calabresa vencida.
— Bar Balcony - Dolce Vita (Av. Atlântica 1424 – Copacabana): Foram encontrados 2kg e 80g de costela bovina na câmara frigorífica com data de validade expirada. Ausência de tabela de cigarros.
Leia Mais....

Idosa morre após ser atropelada na zona sul do Rio

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Redação Rio Alerta notícias

Uma idosa morreu após ser atropelada, na manhã desta quinta-feira (30), na praia de Botafogo, na altura de um shopping, na zona sul do Rio. 

Segundo o Corpo de Bombeiros, uma equipe de socorro foi acionada para o local às 9h15. Rita Lobato, de 74 anos, foi encontrada já morta. 

Por volta das 10h30, internautas relatavam por meio de redes socias engarrafamento na via, no sentido Copacabana. A Polícia Civil realizava perícia no local. 

Por volta das 10h40, o COR (Centro de Operações Rio) informou que o trânsito na praia de Botafogo havia sido totalmente liberado.
Leia Mais....

Mulher morre após ser baleada em assalto na zona norte do Rio



Redação Rio Alerta notícias

Uma mulher morreu durante um assalto no Cachambi, na zona norte do Rio, na noite de quarta-feira (29). 

Segundo a PM, Thays Portelinha, de 50 anos, foi encontrada ferida na rua Americana. Ela foi socorrida para o hospital Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com a Polícia Civil, a DH (Divisão de Homicídios) fez uma perícia no carro da vítima. 
A equipe responsável pela investigação vai ouvir os familiares de Thays e recolher imagens de câmeras de segurança da região para analisar.
De acordo com amigos, Thays era gerente de agência de turismo e era viúva. A mulher deixa um filho de 17 anos.
Leia Mais....

Bombeiros retiram corpo de canal da avenida Presidente Vargas


Redação Rio Alerta notícias

O corpo de um homem foi encontrado, na manhã desta quinta-feira (30), dentro do canal da avenida Presidente Vargas, na altura da prefeitura, na Cidade Nova, região central do Rio. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acionamento para o local foi feito às 8h25. 

O corpo, de um homem adulto não identificado, foi retirado do córrego e a Polícia Civil foi acionada.
Leia Mais....

Corpos são encontrados em carro na zona norte do Rio



Redação Rio Alerta notícias, com R7 

Polícia encontrou na manhã desta quinta-feira (30) corpos dentro de um carro em Benfica, zona norte do Rio. 

Segundo a PM, agentes do Batalhão da Maré (22º BPM) foram até a rua General Gustavo Cordeiro de Farias para preservar o local para que a perícia pudesse ser realizada.


A PM não informou o número de corpos encontrados no veículo, que só poderá ser checado após perícia da Divisão de Homicídios. 
Segundo a Polícia Civil, por volta das 8h40 agentes da DH já estavam no local fazendo a perícia.
No para-brisas do carro, os suspeitos deixaram uma mensagem que diz: "Não aceitamos covardia. Vida paga com vida. Matou inocente morre". 
A suspeita é de que os mortos encontrados no carro estariam envolvidos na invasão à Mangueira que terminou com a morte de Caio Ferreira Martins, de 18 anos, que jogava bola em um campo na comunidade quando os criminosos entraram atirando.
Leia Mais....

Falso médico é suspeito de vender atestados em Duque de Caxias

quarta-feira, 29 de outubro de 2014


Redação Rio Alerta notícias, com R7

Um falso médico foi preso em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, suspeito de vender atestados médicos e certificados de cursos falsos. Antônio de Souza Neto, de 64 anos, cobrava R$ 25 por cada documento.


Ele foi descoberto por um empresário que recebeu 7.000 despensas médicas dos 400 funcionários da empresa no período de um ano. Bruno Anthony Ferreira calcula prejuízo de R$ 85 mil com as faltas dos funcionários.
— Foi aberta uma auditoria para que fosse investigada a origem dos atestados. Concluímos que era a mesma letra em vários atestados com carimbos diferentes.
Bruno conseguiu o endereço do falso médico com uma funcionária. 
Após comprar um falso atestado, denunciou o crime à polícia. Antônio já havia sido indiciado pelo mesmo crime e estava em liberdade condicional.
O delegado da Delegacia de Duque de Caxias (59ª DP), Afonso Mota, estipulou fiança de R$ 2.000 mas o suspeito não pagou e continua preso.  
Os funcionários que compraram serão indiciados. Comprar atestado médico prevê pena de dois a seis anos de prisão. 
Leia Mais....

Operação em favelas da zona norte do Rio deixa mais de 13 mil alunos sem aula



Redação Rio Alerta notícias, com R7

Ao menos 13.473 estudantes tiveram as aulas suspensas nesta quarta-feira (29) em função de uma operação das polícias civil e militar desde as primeiras horas do dia em diversas comunidades da zona norte do Rio como Costa Barros, Pavuna, Ricardo de Albuquerque, Barros Filho e Guadalupe.

Os alunos das escolas que ficam nessas regiões foram afetados. 
Na rede municipal de ensino, 12.703 alunos ficaram sem aula. Esses alunos estão distribuídos em 15 escolas, oito EDIs (Espaços de Desenvolvimento Infantil) e nove creches. 
A SME (Secretaria Municipal de Educação) informou que o conteúdo perdido será reposto.
De acordo com a Seeduc (Secretaria de Estado de Educação), ao menos 770 estudantes da rede estadual das regiões em que ocorrem a operação tiveram as aulas suspensas. A Seeduc ressaltou que a direção dessas unidades escolares tem autonomia para tomar providências no sentido de garantir a integridade física e moral dos alunos, professores e funcionários. Informou ainda que haverá reposição do conteúdo das aulas perdidas. 
Até as 11h30 desta, 14 pessoas haviam sido presas, sendo uma mulher. Um menor também foi apreendido. 
Houve também a apreensão de quatro fuzis, uma réplica de fuzil, três pistolas 9 milímetros, uma pistola BERSA, uma carabina calibre 12 e quatro carregadores, três coletes à prova de balas, três rádios transmissores, quatro celulares, 36 rojões, um kit antitumulto (traje semelhante ao usado por policiais do Choque) e 100 quilos, 23 tabletes e 810 trouxinhas de maconha.
Os policiais apreenderam ainda material para endolação. Além disso, 20 veículos roubados foram recuperados, sendo 15 carros e cinco motos.
Leia Mais....

Publicidade

 
RIO ALERTA © Rio Alerta comunicação, Rio de Janeiro 2013-2014 | Por: Template Para sites e Rio Alerta