Pai com HIV mantinha relações sexuais com a filha e responderá por lesão corporal

terça-feira, 28 de julho de 2015


Redação Rio Alerta notícias

Um homem de 39 anos foi autuado por lesão corporal qualificada na delegacia de Valença (91ª DP), no sul do Estado do Rio. 

Segundo a Polícia Civil, ele é portador do vírus HIV e mantinha relações sexuais com a filha, de 19 anos, há cerca de um ano.

Pai e filha foram abordados pela Polícia Militar quando estavam nus, prestes a iniciar uma relação sexual, dentro de um carro em Conservatória, distrito da cidade de Valença. Ao atender o pedido de se vestir e sair do veículo, a jovem afirmou que era filha do homem.
Na delegacia, ela afirmou que as relações eram consensuais. Com a chegada da mãe da jovem, que ainda é casada com o homem, os policiais descobriram que ele é portador do vírus HIV. A mulher contou aos agentes que foi contaminada antes do marido descobrir que portava o vírus.
Já a filha do casal afirmou que soube da doença do pai há cerca de um mês, e continuou a manter relações sexuais sem preservativos, eventualmente. 
Segundo o delegado Bruno Gilaberte, o homem assumiu o risco de contagiar a filha, já que ele sabia que era portador e já havia contaminado uma pessoa. 
O suspeito irá responder por tentativa de "lesão corporal qualificada causada por enfermidade incurável", com pena de até oito anos de reclusão.
— Entendeu-se que ele agia, no mínimo, com dolo eventual. Ele não tinha domínio desse fato, do contágio da doença, se ia ou não transmitir.
O resultado preliminar do exame realizado pela jovem no Hospital Escola de Valença constatou que ela não foi contaminada pelo vírus HIV. Gilaberte afirma que apesar de não ser "100% correto" já é uma visão do resultado final, que sairá apenas com o laudo completo.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj