Suspeito de matar mãe de integrante do ImaginaSamba vale R$ 1 mil em cartaz

quarta-feira, 22 de julho de 2015


Redação Rio Alerta notícias

O Portal dos Procurados divulgou nesta quarta-feira um cartaz com recompensa de R$ 1 mil reais por informações que levem a prisão de Wanderley Correa da Costa, de 73 anos. Ele é apontado pela policia, como principal suspeito pelo assassinato de Evandira do Nascimento Firmino, a Dona Vavá, mãe de Japona, integrante do grupo de pagode ImaginaSamba. 


Ela foi morta no dia 17 de junho, na Rua Barão de Cotegipe, no bairro Jardim Itaipu, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Segundo informações, Scheila Firmino, de 37 anos, filha de Dona Vavá, pediu que Wanderley desligasse o disjuntor de energia porque a Light estava fazendo um reparo no bairro. 

Em seguida, ouviu Wanderley reclamar achando que a vizinha tinha pedido que ele pagasse a sua conta de luz. 

Ela então foi à casa de Wanderley para explicar o mal entendido e retornou. Segundo a filha de Scheila, ele chegou na casa delas bastante calmo, e falou - “olha aqui” – e logo em seguida sacou uma arma. Scheila correu e a vitima fatal Evandira ficou na frente. 

O suspeito gritou para ela sair, mas Dona Vavá preferiu abraçar a filha Scheila. Ela foi atingida no pescoço e caiu no chão, mas, ainda teve forças para falar que estava bem e mandou a filha fugir. 

Ela foi socorrida e levada para o Hospital da Posse, em Nova Iguaçu, mas não resistiu ao ferimento e morreu. Scheila, atingida no ombro, passou por avaliações da equipe de ortopedia e de cirurgia da unidade, e foi liberada.

No dia 18 de junho, a 1ª Vara Criminal de Belford Roxo pediu a prisão temporária pelo prazo de 30 dias de Wanderley pelo crime de homicídio. 

O homem tem dez passagens pela polícia por roubo qualificado, porte ilegal de arma, contravenção. Quem tiver alguma informação a respeito da localização e paradeiro de Wanderley Correa da Costa, denuncie, enviando uma mensagem de texto, vídeo ou fotos para o aplicativo de mensagens do WhatsApp do 
Portal dos Procurados (21) 96802-1650, ou entre em contato com a Central Disque-Denúncia pelo (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177, para quem estiver fora da capital. O Anonimato é garantido.

 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj