Polícia Ambiental apreende 70 cabritos e cavalos com sinais de maus-tratos em parque do Rio

sexta-feira, 14 de agosto de 2015



Redação Rio Alerta 

Agentes da Polícia Militar Ambiental apreenderam 50 cabritos e 20 cavalos nesta quinta-feira (13) no Parque Estadual da Pedra Branca, em Realengo, zona oeste do Rio. 


Segundo os agentes, os animais sofriam maus-tratos e eram criados em uma área de preservação ambiental.

A operação, batizada de Boi Pirata, mobilizou também agentes do Inea (Instituto Estadual do Ambiente). Na área de pasto ao lado do parque, a polícia constatou que todos os cavalos e cabritos estavam machucados e mal nutridos. 

O coronel José Maurício Padroni, que comandou a operação, afirmou que o local não tinha condições sanitárias para a criação de animais.

— Mesmo estando a poucos metros do parque ambiental, a gente observa que a vegetação não cresce nesse local. Houve um reflorestamento por parte da prefeitura, mas os responsáveis atearam fogo para o capim crescer para o pasto. 

Os 70 animais foram recolhidos e levados para um curral conveniado com o Estado. Eles passarão por uma série de exames e serão vacinados. 

O dono da propriedade não estava no local no momento do flagrante, mas será indiciado por maus-tratos de animais. De acordo com a polícia, se o dono quiser resgatar os animais vai precisar apresentar um local adequado para manejamento.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj