Crivella fala sobre tempestade que atingiu Rio e diz que situação está normalizada: "A cidade reagiu bem"

quarta-feira, 21 de junho de 2017
Prefeito do Rio falou que volume de chuva foi inesperado

Redação TV Rio Alerta


O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), afirmou, por volta das 18h desta quarta-feira (21), que a situação do trânsito estava normalizada. 

De acordo com o prefeito, a cidade reagiu bem após a tempestade que atingiu o município na terça-feira (20) por não ter havido mortes ou desabrigados em decorrência do temporal. 

Crivella ressaltou que a forte chuva atípica no mês de junho e a alta da maré agravaram a situação nas vias. Houve registro de alagamentos, quedas de árvores e um deslizamento.

Apesar de normalizada, a cidade do Rio segue em estágio de atenção desde às 23h45 da segunda-feira (19), devido à chegada de uma frente fria. 
A previsão do tempo para estaa noite e madrugada é de céu nublado a encoberto com possibilidades de chuva fraca a moderada, segundo o COR (Centro de Operações Rio). Durante o período, a temperatura mínima pode chegar a 15°C na grande Tijuca, zona norte.
De acordo com a prefeitura, das 15h45 à 23h59 da terça, 11 estações pluviométricas registraram no Rio maior volume de chuva do que o esperado para todo o mês de junho. 
Algumas equipes operacionais entraram em ação desde a tarde de ontem, como a Defesa Civil, Comlurb, CET-Rio e Guarda Municipal.
Desde o início da chuva, a prefeitura diz que foram mais de 200 guardas trabalhando nas ruas com foco no trânsito, com atenção especial nos locais mais atingidos pelas chuvas, como as avenidas Borges de Medeiros e Epitácio Pessoa, na Lagoa, e a avenida Engenheiro Souza Filho, em Rio das Pedras. 
Nesta quarta, a prefeitura manteve a ação com 210 GMs atuando no ordenamento do trânsito em áreas mais comprometidas, e outros 350 orientando a população em geral. 
O Centro de Controle Operacional da Guarda acompanha as ações nas ruas com monitoramento contínuo 24 horas, em contato permanente com os comandantes das 33 unidades operacionais que funcionam em todas as regiões da cidade.
Já na limpeza da cidade, 390 homens da Comlurb e 42 veículos da companhia atuam em ação itensificada nos bairros mais afetados como Tijuca, Lagoa, Barra da Tijuca, Rio Comprido, Curicica e Maracanã.
 Até o final desta manhã, mais de 300 toneladas de lixo haviam sido recolhidas.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj