Crivella recebe carta de intenção para revitalizar a Presidente Vargas

quarta-feira, 29 de novembro de 2017



Redação Rio Alerta


O prefeito Marcelo Crivella recebeu, na terça-feira, o empresário russo Alexey Semenyachenko, no Palácio da Cidade, em Botafogo. 

O presidente do Olympic City Group assinou carta de intenção para obras de urbanização da Avenida Presidente Vargas. 

Pelo projeto, serão erguidas lajes de concreto, com 15 metros de altura, sobre a linha férrea. 

Na estrutura está prevista a construção de praças, parques, lojas e prédios comerciais. A formalização para o início dos estudos é o primeiro resultado da viagem do prefeito à Rússia, em maio. 

"A partir de agora, a Prefeitura vai lançar uma PMI para estabelecer os parâmetros que vão estruturar esse negócio. 

Caberá ao Alexey, da Olympic City Group, promover todos os estudos ambientais, urbanísticos, as leis. 

Eles vão precisar contratar advogados, pessoas do mercado financeiro e do mercado imobiliário, todo o povo de orçamento para que esse projeto seja estruturado", disse o prefeito em seu discurso. PMI é a sigla de Procedimento de Manifestação de Interesse.


Na carta de intenção, o Olympic City, um dos principais grupos do setor imobiliário da Rússia, informa estar interessado em participar de parcerias público-privadas da cidade, por meio de PMI. A empresa se compromete a realizar estudos de viabilidade técnica, financeira e econômica para o projeto de revitalização de uma área que vai da estação do Maracanã até a Central do Brasil.
"Os recursos obtidos com esse grande investimento, avaliado em bilhões de reais, uma parte dele será dada à Prefeitura. Essa parte será aplicada nos arredores do empreendimento para que fique mais viável. 
Vai ter uma modernização de toda a Avenida Presidente Vargas: despoluição do canal do mangue, nova iluminação, novas calçadas. 
Eu tenho certeza que se esse projeto se realizar, e eu creio que será, nós teremos dado uma imensa contribuição à cidade do Rio de Janeiro", finalizou Crivella.

Após essa etapa dos estudos, estimada em seis meses, inicia-se a licitação para a emissão dos Certificados do Potencial Adicional de Construção (Cepacs), títulos usados para financiar Operações Urbanas Consorciadas que recuperam áreas degradadas nas cidades. 
Os recursos arrecadados com a venda das Cepacs serão aplicados na melhoria da infraestrutura da região.
Alexey Semenyachenko reforçou o interesse da organização  russa e agradeceu a receptividade dos cariocas. Já o sócio brasileiro da empresa, Jorge Ramalho, apresentou um vídeo sobre a empresa e explicou detalhes do projeto. 
Ele disse que a previsão é gastar cerca de R$ 8 bilhões com a revitalização da Presidente Vargas.
"Podemos construir uma nova cidade em cima dos trilhos, como unidades do Minha Casa Minha Vida ou mesmo um grande shopping. 
Na Rússia, o sistema de trens funciona 24 horas por dia e conseguimos desenvolver o projeto sem problemas. 
Vamos precisar da colaboração da população carioca", afirmou o empresário.
O secretário Municipal de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação, Indio da Costa, também participou da cerimônia. 
Segundo ele, as obras devem começar até o início de 2019.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj