PF faz operação contra fraudes no INSS

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Redação Rio Alerta 


A Polícia Federal (PF), com o apoio da Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária e a participação do Ministério Público Federal (MPF), realiza a Operação "Cardiopatas", para desarticular uma quadrilha que cometia fraudes previdenciárias. 


São 12 mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária, 15 de busca e apreensão e 20 de condução coercitiva sendo cumpridos em Campos dos Goytacazes, São João da Barra, Italva e Casimiro de Abreu, interior do estado. 

Participam da operação 120 policiais federais e dois analistas de inteligência previdenciária. 

As ações são coordenadas pela Delegacia da Polícia Federal em Campos dos Goytacazes e apura suspeitas de corrupção de servidores do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

Entre os investigados estão técnicos do seguro social, médicos peritos, médicos particulares, agenciadores de benefícios e pessoas que utilizaram-se da organização criminosa. 

Na investigação foram identificadas fraudes em 34 benefícios por incapacidade, entre auxílios-doença e aposentadoria por invalidez, gerando um prejuízo superior a R$ 4 milhões à Previdência Social. 

Os investigados responderão pelos crimes de estelionato previdenciário, corrupção passiva e ativa, peculato e violação de sigilo funcional. 

O nome da operação se deve ao fato de a maioria dos beneficiários cooptados pela organização criminosa serem suspeitos de simular a ocorrência de miocardiopatia dilatada junto ao INSS.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj