Justiça manda apreender passaporte de motorista envolvido em acidente em Copacabana

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018
Antônio Amorim, 41 anos, na porta da delegacia, em Copacabana

Redação Rio Alerta

A Justiça do Rio aceitou, nesta segunda-feira, o pedido de recolhimento do passaporte de Antônio Almeida Anaquim, 41 anos, motorista envolvido no acidente de Copacabana, na Zona Sul do Rio, que deixou um bebê morto e 17 feridos. 


De acordo com as investigações da Polícia Civil, o homem teria intenções em deixar o país por causa da repercussão jurídica e social do trágico episódio. 

No dia 18 de janeiro, Antônio Anaquim perdeu o controle do carro, invadiu o calçadão da praia e atingiu várias pessoas. 

Na ocasião, ele declarou que sofreu um ataque epilético e perdeu o controle do veículo.

Segundo o delegado titular da 12ª DP (Copacabana), Gabriel Ferrando, responsável pela investigação, não será admitida qualquer conduta que possa colocar em risco o resultado das investigações, como impactar a ordem pública, com eventual sensação de impunidade, diante da notícia de uma possível saída do investigado do território nacional.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj