Pezão e ministro negam tropas federais no Carnaval

sábado, 13 de janeiro de 2018
Sá e Pezão se reúnem com os ministros Jungmann e Torquato Jardim, mas sem apresentar resultados

Redação Rio Alerta 


O Carnaval do Rio de Janeiro não contará com a presença dos militares das Forças Armadas realizando o patrulhamento nas ruas. 


A afirmação foi feita ontem pelo governador Luiz Fernando Pezão, durante a assinatura de um protocolo de intenções que visa a integração de estratégias na Segurança Pública envolvendo os governos federal, estadual e municipal. 

O governador declarou que o prefeito Marcelo Crivella não mencionou o pedido de apoio das Forças Armadas durante uma conversa por telefone que tiveram ontem de manhã. 

"Acho que não precisa. Sempre fizemos Carnaval só com os nossos policiais", avaliou Pezão, que autorizou a contratação de horas extras dos policiais, por meio do Regime Adicional de Serviço (RAS), para reforçar o efetivo nas ruas.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, também descartou o uso dos militares durante o Carnaval e lembrou que o Rio de Janeiro realizou grandes eventos recentemente, como o Réveillon, sem a necessidade das Forças Armadas. 
"Não identifico a necessidade. 
O governador está recuperando a questão salarial, incorporando novos efetivos e participando de um esforço com a Secretaria de Segurança para obter melhores resultados", justificou.
O ministro lembrou ainda que, se atendesse um possível chamado do Rio de Janeiro para o emprego dos militares nas ruas, ficaria em situação delicada com os prefeitos de outras capitais, citando Salvador, Natal e Recife, que também realizam grandes desfiles de Carnaval nas ruas. 
"Se eu negasse para os outros, os prefeitos poderiam dizer que quem não gosta de frevo, bom ministro não é", brincou em relação à declaração de Crivella. No dia anterior, o prefeito disse "quem não gosta de samba, bom prefeito não é".
Após a recusa por parte do governador, a assessoria do prefeito divulgou um comunicado informando que Crivella tem solicitado de forma constante o apoio das forças federais para intensificar as ações de segurança na cidade. 
O município afirmou que essa atuação faz parte do compromisso assumido pelo Governo Federal no lançamento do calendário de eventos Rio de Janeiro a Janeiro, anunciado no ano passado, que visa incentivar o turismo na cidade.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj