Rio+Seguro completa um mês com mais de 40 presos e 700 abordagens

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018


Redação TV Rio Alerta


O projeto Rio+Seguro completa um mês, nesta quarta-feira, com 42 pessoas presas por diversos crimes, como furtos, ameaça e dano qualificado, no Leme e em Copacabana, na Zona Sul do Rio. 


Os agentes fizeram mais de 700 abordagens a suspeitos e apreenderam 13 menores de idade. Ao todo, os guardas recolheram 2,5 mil materiais e aplicaram 161 multas. 

O programa é coordenado pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), que reforça o trabalho da PM e da Guarda Municipal. 

Nas ações, a Coordenadoria de Gestão dos Espaços Urbanos (Cgeu), ligada à Secretaria Municipal de Fazenda (SMF), fiscalizou 705 ambulantes autorizados e 423 não autorizados. 

Também foram aplicadas 83 infrações e 44 notificações. Além disso, os agentes apreenderam 896 produtos e 90 kg de alimentos perecíveis. 

Já a Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização (CLF) realizou 219 fiscalizações, 14 vistorias, 114 advertências, 10 autuações e aplicou 51 multas.

Equipes da Subsecretaria de Vigilância Sanitária fizeram 910 inspeções em bares, restaurantes, supermercados, clínicas médicas, salões de beleza, óticas e hotéis. Foram inutilizados 228 kg de alimentos inutilizados, aplicadas 209 multas e interditados 15 estabelecimentos.
As equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH) realizaram 650 abordagens de população em situação de rua. 
Ao todo, 148 pessoas foram acolhidos nos abrigos do órgão e, destes, 22 eram crianças e adolescentes, que foram levados ao Conselho Tutelar. 
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj