Vigilância Sanitária retira macacos achados mortos no Parque Nacional da Tijuca

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018
Macacos foram achados mortos por moradores do Catrambi em área de mata

Redação Rio Alerta


Quatro macacos-prego encontrados mortos no Parque Nacional da Tijuca, próximo da comunidade do Catrambi, na Usina, foram removidos do local na manhã desta segunda-feira. 


Os órgãos dos animais serão analisados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para verificar se a causa das mortes pode ser febre amarela.

Moradores da comunidade estão em alerta após os animais surgirem mortos, perto da Rua Alves Câmara. 
Segundo eles é a primeira vez que isso acontece e eles temem que a causa seja que ele tenha sido mordido pelo mosquito transmissor da febre amarela. Os macacos não transmitem a doença para seres humanos.
A cuidadora de idosos Regina Célia Martins, de 42 anos, preferiu não arriscar e já tomou a vacina. "Fiquei com medo e desci para tomar hoje. 
Sempre convidemos com os macacos aqui e não acreditamos que tenham morrido por envenenamento", contou ela, reforçando que foi a primeira vez que eles foram encontrados mortos.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj