Correios dizem que não há registro de desvio de munições da PF no passado recente

sábado, 17 de março de 2018

Redação Rio Alerta


Os Correios afirmam que não há registro de desvio de carga pertencente à Polícia Federal no passado recente. 


A estatal se posiciona um dia depois de o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmar que munição do mesmo lote da que matou a vereadora Marielle Franco foi roubada em uma agência dos Correios da Paraíba. 

A empresa diz que está apurando as informações. 

Em nota, os Correios explicam que não aceitam postagem de remessas contendo armas ou munição, exceto quando autorizado por legislação específica. 

Neste caso, o tráfego, via Correios, submete-se a regulamento específico.

Por serem uma empresa pública, situações envolvendo armas, munições, drogas e outros itens proibidos no tráfego postal são encaminhadas à Polícia Federal, para investigação. 

A nota diz que um inquérito já foi instaurado pela PF no Rio de Janeiro.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj