Prefeitura quer diminuir fila de cirurgias na rede municipal com operações de madrugada

sexta-feira, 2 de março de 2018
Prefeitura cria o 'Corujão Carioca' para cirurgias eletivas durante a madrugada na rede municipal de saúde

Redação Rio Alerta

A Prefeitura do Rio quer diminuir a fila de pacientes que esperam por alguma cirurgia eletiva na rede pública da cidade com procedimentos realizados de madrugada. 

O anúncio foi feito nesta sexta-feira, pelo prefeito Marcelo Crivella, durante evento no Museu de Arte do Rio (MAR), na Zona Portuária. 

"Ontem começou o 'Corujão Carioca' das cirurgias, que operou 35 pessoas e hoje vai continuar. Sábado e domingo também", contou Crivella. 

O prefeito afirmou que o projeto criou o terceiro turno para a realização de cirurgia eletivas na rede municipal e do Sistema Único de Saúde (SUS). 

A maioria das primeiras intervenções realizadas foi de casos de hérnia, oftalmologia e vasectomia. Mais 85 estão agendadas. 

"Agora, o pessoal da fila do Sistema Nacional de Regulação vai ser atendido à noite. 

Durante a semana e também aos sábados e domingos", ele afirmou.

Além dos procedimentos realizados na primeira noite, o "Corujão Carioca" também pretende diminuir o tempo de espera na fila por cirurgias oftalmológicas (nesta primeira etapa, os casos de pterígio e calázio); de hérnias inguinal, umbilical e epigástrica; de vasectomia; e de fimose. 
A Prefeitura espera que o número de cirurgias realizadas na rede salte dos atuais 700 por mês para quase 1.800.
Crivella enumera as unidades que contam com o programa.
"Miguel Couto, Salgado Filho, Souza Aguiar, Lourenço Jorge, Francisco da Silva Telles, da Piedade; e os dois pediátricos, Jesus e Nossa Senhora do Loreto - e nas unidades do SUS sob contrato com a Prefeitura", assinalou o prefeito.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj