PM suspeito de liderar quadrilha de tráfico de munições é preso

sábado, 7 de abril de 2018
Polícia apreende munição

Redação Rio Alerta


Um policial militar foi preso na sexta-feira, suspeito de liderar uma quadrilha, que realizava tráfico de munições de fuzis entre os estados do Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro, além de fazer a distribuição dos cartuchos em favelas cariocas. 


O soldado Gláucio Gomes, 30 anos, lotado no 6º BPM (Tijuca) foi capturado quando recebia o carregamento de milhares de munições de fuzis de Marciano Ferreira Gusmão, conhecido como Pokémon, 24 anos, em Cordovil, na Zona Norte do Rio.


De acordo com os agentes, o militar conduzia um veículo roubado com placas clonadas. As munições apreendidas estavam escondidas no assoalho do carro conduzido por Marciano e foram localizadas com aparelhos de raio-x e cães da PRF.
Na ação integrada, foram presos ainda os suspeitos Cleverson Neves Pessoa, também conhecido como Clevinho, 30 anos, e Claudecir Queiroz Brito, o Mato Grosso, de 27 anos, no momento em que se encontravam em um quiosque na Avenida Atlântica, na Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio.
Cleverson, Claudecir e Marciano são naturais de Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul. Segundo as investigações, os homens são os responsáveis pela logística de transporte das munições do estado para o Rio, e eles possuem antecedentes por crimes como: tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, roubo majorado, receptação e contrabando.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj