Forças Armadas já estão na Reduc

sexta-feira, 25 de maio de 2018
Caminhoneiros na Reduc

Redação Rio Alerta


Militares das Forças Armadas já chegaram à Refinaria de Duque de Caxias (Reduc), na Baixada Fluminense. 

Alguns caminhoneiros protestam na Rodovia Washington Luís nesta sexta-feira. No Twitter, o Gabinete da Intervenção Federal informou que a Polícia Militar realiza escoltas para manutenção de setores essenciais, como saúde, transporte de químicos para tratamento da água e funcionamento de aeroportos. 

"É importante destacar que não há racionamento de combustível nas instituições policiais e as operações previstas seguem seu curso normal", dizia outra publicação. "Minha principal preocupação é com a população, para que não haja desabastecimento", completava mais uma. Em entrevista à BandNews, o coronel Roberto Itamar disse que em um primeiro momento, a PM atuará nas rodovias estaduais e a PRF nas federais. 

"Haverá uso progressivo da força, inclusive com uso de reboques", disse o coronel.

De acordo com Itamar, só serão usadas as Forças Armadas em caso de necessidade. "A proposta é retirar os caminhões sem que haja problemas", afirma. 

"A principal preocupação é negociar para que sejam transportados os produtos químicos para tratamento da água, que vêm de São Paulo", concluiu. 

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio (COR) informou, às 16h30 desta sexta-feira, que a cidade entrou em Estágio de Atenção devido aos impactos dos bloqueios em rodovias de acesso ao município no funcionamento dos serviços de infraestrutura urbana, em especial, na área de transportes. 

O Estágio de Atenção é o segundo nível em uma escala de três e significa que um ou mais incidentes impactam, no mínimo, uma região, provocando reflexos relevantes na mobilidade.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj