Jovem do Maranhão é estuprada em Itaboraí após encontro marcado pelas redes sociais

terça-feira, 22 de maio de 2018

Redação Rio Alerta

Uma jovem moradora de São Luís, no Maranhão, foi mantida em cárcere privado e violentada por seis dias em Itaboraí, na Região Metropolitana, após um encontro marcado pelas redes sociais. 


O homem, de 50 anos, foi preso em flagrante no domingo. 

De acordo com a Polícia Civil, o agressor buscou a vítima, de 23 anos, no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no dia 14 de maio, e a levou para uma casa na comunidade da Reta Velha. 

Após a mulher se recusar a ter relações sexuais, o homem passou a violentá-la.

Ainda segundo informações da 71ª DP (Itaboraí), neste sábado a estudante aproveitou um momento em que o agressor estava dormindo e passou uma mensagem com um pedido de ajuda para um parente, que estava em São Paulo. O familiar acionou uma prima, que compareceu à delegacia para fazer a denúncia.
Agentes da unidade policial iniciaram a investigação para descobrir o endereço da casa onde a mulher era mantida em cárcere privado. 
De acordo com a Polícia Civil, ao saber que os policiais estavam prestes a realizar as buscas na comunidade, criminosos obrigaram o homem levar a vítima para a delegacia.
Na 71ª DP, o agressor confessou que violentava a jovem e foi preso em flagrante. Ele responderá  crimes de estupro e sequestro ou cárcere privado.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj