Rodoviários dão trégua de 24 horas na paralisação após negociação

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Redação Rio Alerta


Os rodoviários decidiram em assembleia, realizada na tarde desta segunda-feira, no Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio (Sintraturb), dar uma trégua de 24 horas na greve. 


A categoria aceitou a proposta de aumento salarial de 7%, porém ainda exige que o prefeito Marcelo Crivella regulamente a lei que acabe com a dupla função. 

Após as 24 horas, a categoria voltará a se reunir para definir os rumos do movimento. "Continuamos em estado de greve até que o prefeito decida acabar com a dupla função. 

Isso a categoria não abre mão. 

Só vamos terminar a greve quando ele decidir sancionar a lei que acabe com isso. Seguimos em estado de greve", disse o presidente do Sintraturb, Sebastião José.

Durante a reunião, os rodoviários debateram a proposta apresentada pela Prefeitura para o fim da greve. No encontro, o órgão ofereceu um reajuste de 7% no salário e 50% na cesta básica, que passa de R$ 200 para R$ 300, além da implantação da biometria nas empresas, uma reivindicação antiga da categoria.
A greve foi iniciada na madrugada desta segunda-feira e atinge toda a cidade do Rio. Por conta do movimento, a circulação de linhas convencionais e dos corredores do BRT estão irregulares, provocando superlotação nos pontos. Além disso, alguns coletivos foram depredados por grevistas e havia piquetes nas portas das viações.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj