Polícia investiga terceiro caso de morte de mulher após procedimento estético nos glúteos

terça-feira, 24 de julho de 2018
Professora Adriana Ferreira Pinto, de 41 anos, morreu após procedimento estético em Niterói

Redação Rio Alerta


A 16ª DP (Barra da Tijuca) investiga mais um caso de morte após procedimento estético para colocar implante nos glúteos. O caso mais recente, registrado nesta segunda-feira, é o da professora Adriana Ferreira Pinto, de 41 anos. 


Este é o segundo revelado após o falecimento na sexta-feira da bancária Lilian Calixto, de 46, que realizou a intervenção com o médico Denis Furtado, conhecido como Doutor Bumbum. 

O segundo caso foi o que vitimou a modelo Mayara Silva dos Santos, de 24. 

De acordo com o depoimento do marido de Adriana, no último 16 de julho, a mulher dele foi a Niterói, na Região Metropolitana do Rio, para fazer uma lipoaspiração no abdômen e um implante de gordura nos glúteos. 

Ainda segundo ele, Adriana teria passado mal na sexta-feira e reclamou de falta de ar. 

Parentes então decidiram levá-la ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. No entanto, Adriana teria chegado ao local já sem vida. 

Adriana morava na Barra da Tijuca e era professora infantil no município de Paracambi, onde será enterrada no cemitério da cidade às 14h. Seu corpo é velado desde 8h na Igreja Presbiteriana Independente de Paracambi. A educadora tinha dois filhos.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj