Universitário atingido por tiro de fuzil tem braço amputado

sexta-feira, 3 de agosto de 2018
Universitário foi baleado quando era feito refém de bandidos. Dois criminosos foram presos na ação, um deles baleado

Redação Rio Alerta


O estudante de música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Alessandro Silva Ribeiro, de 42 anos, baleado por um tiro de fuzil, teve o braço atingido pelo disparo amputado. 

A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde. 

Ele foi ferido quando estava refém de bandidos que entraram em confronto com policiais que os perseguiam na Penha, na Zona Norte. 

Segundo informações apuradas pela reportagem, ele chegou "praticamente sem braço" no hospital e foi encaminhado para uma cirurgia de emergência que durou pelo menos três horas, mas os médicos não conseguiram recuperar o membro do universitário. 

Sua situação é considerada delicada, mas seu estado de saúde é estável. 

De acordo com testemunhas, Alessandro foi abordado em Vicente de Carvalho quando seguia para casa de carro após ter deixado a universidade. 

Ele foi levado pelos dois bandidos, armados com fuzil, no próprio veículo, um Chevrolet Prisma vermelho. 

Na fuga, os criminosos seguiram pela pista exclusiva do BRT Transcarioca na região, o que chamou a atenção de policiais.

Houve perseguição, com intensa troca de tiros, pela Avenida Brás de Pina, já na Penha. O confronto foi até a altura do Parque Ari Barroso. Lá, foi constatado que a vítima foi atingida por tiro de fuzil num dos braços. O estudante foi socorrido no Hospital Estadual Getúlio Vargas.
Lucas Brites Tavares Souza, de 22 anos, um dos bandidos, foi baleado na boca e foi levado para a mesma unidade de saúde, onde está sob escolta policial custodiado. 
Ele estava preso e deixou a cadeia há duas semanas. O outro bandido, Anderson Silva de Oliveira, foi preso no local.
A polícia apreendeu um revólver calibre 38 e a ocorrência foi encaminhada para registro na Central de Garantias Norte. 
De acordo com a Polícia Civil, Anderson e Lucas foram presos em flagrante por roubo qualificado com restrição da liberdade e concurso de pessoas, além do emprego de arma de fogo.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj