PM prende suspeitos de boca de urna no Rio de Janeiro

segunda-feira, 8 de outubro de 2018
Folhetos dos candidatos foram descartados nas ruas

Redação Rio Alerta


A Polícia Militar prendeu suspeitos de fazer boca de urna junto às seções eleitorais em várias regiões do Rio de Janeiro no domingo (7). 


Um balanço oficial não foi divulgado. 

No Complexo do Alemão, militares apreenderam um veículo com grande quantidade de material de campanha eleitoral. 

O carro estava estacionado no lugar onde diversas pessoas realizavam boca de urna e panfletagem, o que é proibido pela lei eleitoral.

O carro foi encaminhado à delegacia policial da Penha, na zona norte, onde ficará à disposição da Justiça Eleitoral. 

Na rua Pacheco Leão, no Jardim Botânico, zona sul, duas pessoas foram detidas fazendo boca de urna junto a uma zona eleitoral. 

Elas foram levados à 15ª DP (Delegacia da Gávea). Pelo mesmo crime, quatro pessoas foram detidas em Santa Cruz, na zona oeste. 

A PM informou que uma farta quantidade de material para campanha eleitoral foi apreendida. 

O caso foi encaminhado para 36ª DP (Delegacia de Santa Cruz). Outro caso foi registrado em Monsuaba, Angra dos Reis, na Costa Verde. 

Uma mulher foi levada para 167ª DP (Delegacia de Paraty) por suspeita de fazer boca de urna. 

Com ela foi apreendido um farto material para campanha eleitoral. 

Já no município de Niterói, região metropolitana do Rio, militares do batalhão de Niterói impediram um criminoso de roubar o presidente da seção eleitoral que funciona no Colégio Municipal Adelino Magalhães, no bairro da Engenhoca. 

O homem foi preso em flagrante. 

Com ele, os policiais apreenderam uma réplica de pistola automática, um rádio transmissor, um aparelho celular e o carro que o assaltante ocupava.
 
TV RIO ALERTA © 2012-2018 |:Rio Alerta Comunicação Rj